Nenhum banner cadastrado

Nenhum banner cadastrado


Filiação

Há quem quer ter filhos e não pode. Há quem pode e não quer. Há ainda quem pode e quer, mas não deveria. Há, finalmente, quem pode, quer e os tem, só vão saber se deveria após o nascimento, quando mães e pais se surpreendem com a trabalhosa missão que os afastam da falsa expectativa de padecerem no paraíso.
Ser filho independe da origem (biológico, inseminado, adotado, sócio-afetivo, unilateral, bilateral, dentro ou fora do casamento) mas podem ter regras distintas que lhes garantem a igualdade.

vídeos
[ESCOLHA DO SEXO] Não quero registrar o sexo do meu filho na certidão