Johnny Depp viveu durante 14 anos com a cantora Vanessa Paradis de forma pública, contínua e duradoura, com intenção de constituir família, preenchendo os requisitos da união estável, conforme o direito brasileiro. Nos últimos anos, o ator foi um dos mais bem pagos de Hollywood, acumulando uma fortuna de trezentos milhões de dólares. Com o fim da relação, Vanessa Paradis somente terá direito à sua metade após declarada judicialmente a união estável, salvo se houver acordo.

A Ação Declaratória de União Estável deve ser instruída com todo o passado do casal, com fotografias, correspondências, certidões de nascimento dos filhos, dentre outros documentos suficientes para convencer o Juiz do período da convivência, para que surtam os efeitos patrimoniais, que, no silêncio das partes, consiste na divisão de bens na proporção de meio a meio, como é o caso de Johnny Depp, segundo os tablóides.

É um momento doloroso para a companheira ter que fazer prova da vida a dois notoriamente reconhecida, ainda mais quando ele já está com uma nova namorada, bem mais nova, loira, linda e… bi! Sim, a escolhida do ator (a atriz Amber Heard) é declaradamente bissexual e a nova relação apresenta possibilidade de compartilhar o leito com outra. Se era isso mesmo que Depp queria, trocou Paradis por um típico paradise!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *