Nenhum banner cadastrado

Nenhum banner cadastrado


Conte seu caso

Dividir o seu momento difícil e ouvir conselhos de quem já passou por problemas semelhantes, pode ser a melhor forma para uma decisão segura.
Conte seu caso

Diversos
25 de maio de 2017
Minha filha não desgruda do celular

Meu nome é Simone e tenho uma filha adolescente de 13 anos. De uns tempos pra cá, ela só fica mexendo no celular. Isso acontece o tempo todo, durante as refeições, nos finais de semana, etc. A escola já enviou duas advertências por desatenção. Estou começando a ficar preocupada que esse hábito possa interferir na sua formação. Ao mesmo tempo, não consigo mais ter diálogo com ela e acho que proibir também não é uma solução. Qual conselho você daria à Simone?

Nenhum comentário
Faltam caracteres.

aviso

Diversos
20 de dezembro de 2013
30 anos de casados! Parabéns!

Lembramos que coisas boas também acontecem nas melhores famílias. Foi pensando nisso que o site resolveu prestar homenagem aos trinta anos de casados de  Gisela e Urbano Moraes, um exemplo de casal. Superaram as dificuldades da vida a dois, souberam valorizar os bons momentos, os filhos, as conquistas… sem fachada de comercial de margarina! Essa e outras tantas famílias merecem nossos parabéns!

Se você tem alguma homenagem a fazer na sua família, conte para nós através do link CONTATO.  Grande abraço a todos, Lúcia Miranda.

Faltam caracteres.

aviso

  1. Djalma dos santos disse:

    29 anos de casado nunca bati nela nunca a trai ,ela sim ja me traiu perdoei pois me disse que ia ficar so comigo foi um deslize ultimamente voltei a desconfiar dela e achei um celular paralelo acho que para coversar com outro questionei ela e ela diz que quer divorcio que quer levar vida de solteira,ai pergunto sou obrigado a vender a casa que moramos meus filhos disseram que querem ficar xomigo ele 29 anos ela 11anos nao quero deixar filha com ela pois vida de solteira vai deixar ela muito so para sair com amigos nao quero vender casa pois estou com 50 anos e nao estou apto a fazer divida de novo pra moradia o que devo fazer?
    M

Diversos, Divórcio
4 de novembro de 2013
Ele me bate e diz que é fetiche…

Joana é casada há sete anos e vem tolerando agressões físicas e verbais do marido antes e durante a relação sexual, sob a alegação de fetiche. Ele diz que precisa disso para se relacionar, mas já está passando do limite e não admite conversar sobre o assunto. Joana tem filhos e, por isso, não pensa em levar o caso à polícia. Você tem um conselho para Joana?

Faltam caracteres.

aviso

  1. Aparecida C. Sousa disse:

    Joana os filhos vão crescer se casar e sair de casa, e você vai continuar apanhando? Faça o que é certo antes que o fetiche do seu marido acabe te matando. Nenhum amor vale a pena se for com violência,primeiro nos amamos e depois a eles.

  2. Bruna Nunes disse:

    Bom Joana, no nosso site, você pode conhecer várias histórias como a sua, e elas encontram saídas diferentes. Venha conhecer nosso trabalho. Mas acredito que nesse caso o melhor e denunciar, você não deve se calar sobre esse acontecimento.

  3. Francieli disse:

    Acredite você é melhor que isto. Infelizmente o seu esposo precisa de um tratamento e você não pode esperar a vida toda para ele enxergar o quanto está errado.

    Conheço famílias que conseguiram superar por estes momentos mas só quando a pessoa compreende que está errada e vai buscar ajuda.

    Lute por você e também pelo seus filhos, eles querem ver você feliz, e pensa: Até quando você viverá assim? Se a mudança não partir dele, deverá partir de você… antes que se arrependa. Boa sorte querida.