Nenhum banner cadastrado


Seus Direitos

Dicas jurídicas sobre diversos temas de direito de família em linguagem acessível para uma decisão segura.

Conte seu Caso

Quem nunca passou por um problema familiar? Sua experiência pode ajudar outras famílias.

Clique Aqui
blog
Prazer em te conhecer, Pai

O ator Caio Blat passou doze anos privado de conviver com seu filho Antonio. Sua ex mulher, Ana Ariel, insatisfeita com [...]

Leia Mais
A Guarda Compartilhada reduz o valor da pensão? E agora, Lúcia?
 

Blog

  • por Lucia Deccache
  • Enquete
  • O que vc faria se amasse alguém fora do casamento?
    Loading ... Loading ...
Divórcio, Traição
5 de setembro de 2013
Nada justus…
Enviado por Lucia Miranda

Até que ponto vale preservar os filhos das angústias da separação?

Ticiane Pinheiro e Roberto Justus, mesmo após divulgarem o rompimento da relação, permaneceram convivendo sob o mesmo teto para preservar a filha.

Juridicamente, ambos estariam livres para novos relacionamentos (casamento só após o divórcio), mas, moralmente, a conduta é questionável. Deve ser duro conviver com o ex-marido envolvido com outra pessoa, ainda mais quando é colega de trabalho, linda e bem mais nova… Nada justus.

Bom, Tici já avisou que chegou no seu limite, assinou o divórcio e vai se mudar. Deu para entender que a preservação da filha está limitada à sua honra e dignidade como mulher, mãe e esposa.

Quanto ao patrimônio, não há nada muito relevante, pois dinheiro não parece ser o problema. Mas respeito é bom… e não se compra!

Faltam caracteres.

aviso

  1. yolanda disse:

    Tive uma batalha judicial ,onde perdi.
    A guarda ficou com o pai.
    hoje voltei com o pai me casei e ele ainda trabalha para que mina filha não ter contato comigo.E le diz que não tem tempo que trabalha muito, não tem culpa . Ele não me ajuda eu ter contato aproximação e passeios com ela e assim cada vez menos ela quer saber de mim. Fico muito triste com isso, pai egoísta, amor de pai que prejudica a própria filha afastando filha e mãe.Socorro a quem poça me ajudar.
    Gostaria de um numero de telefone para fala , pois a minha história é muito complicada nãzo conheço os meus direitos , o que fazer.

    • Lucia Deccache disse:

      Olá Yolanda, clique no menu Conte seu Caso para garantir a sua privacidade e diga qual a sua dúvida para que eu possa te orientar. Abraço, Lúcia Deccache.