Nenhum banner cadastrado


Seus Direitos

Dicas jurídicas sobre diversos temas de direito de família em linguagem acessível para uma decisão segura.

Conte seu Caso

Quem nunca passou por um problema familiar? Sua experiência pode ajudar outras famílias.

Clique Aqui
blog
O custo de ser princesa

 O polêmico príncipe Harry se encantou pela atriz Meghan Markle e sua carreira pode estar com os dias contados caso ela [...]

Leia Mais
A Guarda Compartilhada reduz o valor da pensão? E agora, Lúcia?
 

Blog

  • por Lucia Deccache
  • Enquete
  • O que vc faria se amasse alguém fora do casamento?
    Loading ... Loading ...
União Estável
1 de julho de 2013
Tell me more… Feliciano
Enviado por Lucia Miranda

O ator pornô e apresentador de TV, Alexandre Frota, declarou publicamente que já teve uma relação homoafetiva com o deputado Marco Feliciano, da bancada evangélica, membro da comissão de direitos humanos na Câmara dos Deputados e que se destaca por atos contra os gays.

Com a brincadeira, o ator, que se diz “pentassexual”, deu motivo para o deputado propor uma ação indenizatória por danos morais por ofensa à honra… se lhe resta alguma.

Bom, mesmo em declarações verdadeiras sobre a intimidade do casal, se houver um contrato de confidencialidade, a divulgação da relação pode acabar em multa milionária. Foi o que ocorreu com o ator John Travolta e seu piloto de avião particular que, no estilo Frota, divulgou em rede de televisão o seu relacionamento amoroso com o ator. Só que lá não era de mentirinha, e o ator que surpreendeu com a mudança de comportamento, do dançarino do filme Grease para o machão de Pulp Fiction, teria sido a prova mais evidente da malfadada “cura gay”. Não curou porque não é doença…

Nenhum comentário
Faltam caracteres.

aviso

União Estável
5 de março de 2013
O dedo-duro de Chalita
Enviado por Lucia Miranda

Em tempo de igualdade nas relações afetivas, a mídia vem usando a duvidosa sexualidade do deputado Gabriel Chalita como chamariz para as notícias sobre corrupção, enriquecimento ilícito, fraudes e improbidade administrativa que o cercam.

Na semana passada, um ex-assessor dedo-duro do então deputado entregou ao Ministério Público um dossiê que justifica o espantoso aumento da riqueza de Chalita na ordem de 1.950% após o ingresso na carreira política. Os documentos incluem a aquisição de três imóveis durante a relação de amizade entre o alcaguete e o deputado, obras realizadas em seu apartamento à custa de empresa beneficiada pelo governo, contas no exterior e participação em offshores.

Opa! Qualquer semelhança com a prova pré-constituída para uma ação de dissolução de união estável com partilha de bens, é mera coincidência…
Só que produto de crime não entra, tá?

Nenhum comentário
Faltam caracteres.

aviso

União Estável
24 de janeiro de 2013
Gay no discurso presidencial
Enviado por Lucia Miranda

Pela primeira vez na história dos Estados Unidos aparece a palavra gay no discurso inaugural do Presidente. Barack Obama surpreendeu ao fazer menção aos ‘nossos irmãos e irmãs gays’, logo após seu juramento com a mão esquerda sobre a bíblia. Até agora, seis Estados norte americanos e Washington já legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

No Brasil, a questão deveria ser mais simples pois a futura lei sobre diversidade de sexos, que tramita no Congresso Nacional, vale para todos os estados. O problema é que há muita discussão sobre os excessos do texto, como quotas em empresas, banheiro público comum e a alteração dos nomes pai e mãe da certidão de nascimento.

Enquanto a lei não sai do armário, o Supremo Tribunal Federal equiparou a relação homoafetiva à união estável. E como a Constituição Federal estimula a conversão da união estável em casamento, por tabela, o STF acabou permitindo o casamento gay.

Com isso, os Tribunais de Justiça Estaduais, através de suas Corregedorias, já começaram a impor aos cartórios de registro civil a habilitação para o casamento homoafetivo, como é o caso de São Paulo, Piauí e Mato Grosso do Sul. Nesses estados, os casais do mesmo sexo já podem se casar sem recorrer ao judiciário.

Pelo visto, o arco íris ainda está desbotado. Com o pouco azul e vermelho norte americano e o nosso verde e amarelo, já está valendo o casamento entre pessoas do mesmo sexo em alguns estados. Em outros, é só uma questão de tempo. Que sejam todos felizes.

Nenhum comentário
Faltam caracteres.

aviso