Nenhum banner cadastrado


Seus Direitos

Dicas jurídicas sobre diversos temas de direito de família em linguagem acessível para uma decisão segura.

Conte seu Caso

Quem nunca passou por um problema familiar? Sua experiência pode ajudar outras famílias.

Clique Aqui
blog
O custo de ser princesa

 O polêmico príncipe Harry se encantou pela atriz Meghan Markle e sua carreira pode estar com os dias contados caso ela [...]

Leia Mais
A Guarda Compartilhada reduz o valor da pensão? E agora, Lúcia?
 

Blog

  • por Lucia Deccache
  • Enquete
  • O que vc faria se amasse alguém fora do casamento?
    Loading ... Loading ...
Pensão Alimentícia
28 de dezembro de 2013
A honra do avô Pelé
Enviado por Lucia Miranda

O título de honra recebido por Pelé como embaixador da Copa do mundo de 2014 me fez refletir sobre seu merecimento. Um craque que, após uma carreira sem precedentes, pendurou as chuteiras enlameadas do gramado e foi se aventurar na lama da política. Já era “Rei” quando dedicou seu milésimo gol às crianças pobres do Brasil, que precisam estudar… só não imaginava que, um dia, seus netos estariam entre elas.

Talvez esta tenha sido, involuntariamente, a única dedicação do avô-rei aos netos. Só que esse chute, aplaudido por milhares de pessoas, não alimenta, não veste, não abraça…

Os filhos de Sandra chegaram à adolescência sem qualquer apoio do honrado embaixador da Copa, nem material e nem afetivo. Coincidentemente, na semana de sorteio das chaves para a Copa do Mundo, o Rei foi condenado a pagar 4.800 reais por mês de pensão para cada neto. Isso porque, na lei brasileira, os avós têm o dever de sustentar ou complementar o sustento dos netos, sempre que houver necessidade destes, insuficiência ou incapacidade de sustento pelos pais (sem prestigiar o ócio, claro), e avós com capacidade para suprir ou complementar as suas necessidades. No caso, todos os avós têm o mesmo dever, mas se só um tiver boas condições financeiras, este será o único responsável.

Questiono sobre a honraria recebida por quem vira as costas para familiares e tem a imprensa nas mãos para transformar o pedido de pensão em cobiça. Ou eu não sei o que é honra ou a nossa presidente, que o nomeou embaixador honorário da Copa, deve desconhecer.

… que em 2014 as atitudes honrosas comecem dentro de casa.

Faltam caracteres.

aviso

  1. Regina Menezes disse:

    Tenho grande antipatia pelo Pele por causa dessa mesquinharia, em dar amor e proteção à sua filha e netos . Ainda bem que a lei o obriga a pagar pensão, mais que justo.

Traição
11 de dezembro de 2013
A tromba de Michelle Obama
Enviado por Lucia Miranda

Enquanto o céu se abriu para Nelson Mandela, o tempo fechou para Michelle Obama. Em plena festa de homenagem ao ícone da luta contra o Apartheid, o presidente americano negro optou por se divertir com a loira, premier da Dinamarca.

Apesar da aparente e respeitosa paz selada entre Obama e Ariel Castro, no mundo de Michelle, a guerra entre Estados Unidos e Dinamarca havia começado. Só que a primeira dama usou a pior arma para conquistar seu território: a tromba!

A estratégia separatista da Sra. Obama, em sentar-se no meio dos divertidos chefes de governo, serviu para o cessar fogo do casal, mas a tromba permanecia apontada para o inimigo número um… ou dois. Sim, pois a essa altura a guerra já estava declarada dentro de casa. Se prepara Obama, pois essa paz vai ser complicada de se conquistar!

Nenhum comentário
Faltam caracteres.

aviso

Divisão de Patrimônio, Divórcio
10 de dezembro de 2013
O desvalor de Valério
Enviado por Lucia Miranda

A prisão pelo esquema do Mensalão já deu confusão na família de Marcos Valério. Sua ex-mulher expulsou a atual companheira da Fazenda Santa Clara, arrendada durante o casamento.

Há cinco meses, o publicitário levou a moça, estudante de 21 anos, para morar com ele no imóvel rural. Com a ausência do companheiro, atualmente domiciliado na Papuda, a jovem pensava em usufruir da fazenda e da criação de gado, sozinha, alegando que existe um contrato de gaveta confirmando a união estável.

A ex-mulher alega que a fazenda foi arrendada durante o casamento e, como não houve partilha de bens, é ela a legítima possuidora e administradora.

Bom, como o publicitário não regularizou a sua separação (ato normal quando a origem do dinheiro do casal é duvidosa) a lei determina que a nova relação de união estável deva ser regida pelo regime da separação de bens, ou seja, em regra, a jovem estudante não teria direito à metade do lucro da produção da fazenda. Quanto ao direito de permanecer no imóvel, não parece que a ex tenha razão.

Ah, se ele está precisando de alguma coisa? Não sei e acho que nem elas… mas também, que valor isso tem?

Nenhum comentário
Faltam caracteres.

aviso